Cristãos são mais perseguidos do que Muçulmanos, revela pesquisa.

Para cada 369 ataques a Cristãos, há 185 ataques a Muçulmanos.

Na última quinta-feira (16), o Escritório para as Instituições Democráticas e os Direitos Humanos (ODIHR) publicou um levantamento realizados Estados Unidos, Canadá, Europa e Ásia Ocidental, onde juntou dados de mais de 125 organizações internacionais. O resultado foi surpreendente, pois para cada 369 ataques a Cristãos, há 185 ataques a Muçulmanos, e não acaba por aí, uma vez que o grupo religioso mais perseguido é o Judeu, liderando com 1256 ataques. Outra coisa que espantou foi a pesquisa ser oriunda de uma instituição de Direitos Humanos, onde, geralmente, só se fala em islamofobia, homofobia e direito dos presidiários. Veja:

Os judeus sendo perseguidos não é uma novidade, apesar de pouca atenção ser dada a isto. Muitos falam e acusam os outros de nazistas e, ao mesmo tempo, odeiam Israel e querem o seu fim. Vale salientar, também, que Israel é a única democracia do oriente médio, onde há parada LGBT, liberdade de culto religioso etc. Ainda, além dos danos às propriedades judaicas, a pesquisa constatou que os Judeus são, também, os mais perseguidos por questões étnicas e sociais. Aos interessados, é possível acessar a pesquisa original clicando aqui.

Cristão crucificado na Síria