São Domingos, o Rosário e a expulsão dos 15 mil demônios

Apesar da reza do rosário ser uma prática comum no meio católico, poucas pessoas sabem sobre ele. É o que abordaremos aqui!

A história resumida do Rosário

Em 1217, São Domingos (Domingos de Gusmão), desesperado por estar fracassando em suas pregações e pelas heresias advindas dos inimigos da Igreja, foi para uma floresta, onde permaneceu rezando durante três dias e três noites, sem comer nem beber.

Aconteceu que, no fim do terceiro dia, Nossa Senhora desceu dos céus para ter com o Santo. Ele, angustiado, pediu para que Ela lhe desse algo a fim de combater as heresias e converter os pecadores, então, Maria disse: “Eis a maior arma dos céus” – entregando-lhe o santíssimo rosário.

São Domingos, após aceitar a arma, de bom grado, viajou pela Europa pregando o rosário e seus mistérios, e os efeitos foram miraculosos… heresias se dissolveram e muitos se converteram.

E por aquela aparição, conhecemos Maria como Nossa Senhora do Rosário. O bendito é composto de 150 ave-maria e 15 pai-nosso, em que se contempla 1 mistério diferente a cada dezena; cada mistério é uma etapa da vida de Cristo. Já o terço, nada mais é do que a terça parte do rosário, portanto, 50 ave-maria e 5 pai-nosso.

Os 15 mil demônios

Certa feita, o santo estava pregando o rosário para uma multidão de 12 mil pessoas. Mas havia um herege entre elas, que negava o poder da santa arma, assim como as graças concedidas através dela, e, como castigo, Deus permitiu que 15 mil demônios entrassem no corpo daquele homem; mil demônios para cada mistério negado.

As pessoas, aturdidas com o comportamento que o homem passou, repentinamente, a ter, levaram-no a São Domingos que iniciou o exorcismo do herege, pregando o rosário.

Assim, o santo colocou o seu Rosário em volta do pescoço do possuído e pediu que  os demônios lhe dissessem quem, de todos os santos nos céus, eles mais temiam, e quem deveria ser, portanto mais amado e reverenciado pelos homens. Nesse momento eles soltaram um gemido inexprimível no qual a maioria das pessoas caiu por terra desmaiando de medo… – devemos lembrar que o diabo é o pai da mentira e neste momento ele se faz de vítima de São Domingos – e eles disseram:

– Domingos, nós te imploramos, pela paixão de Jesus Cristo e pelos méritos de sua Mãe e de todos os santos, deixe-nos sair desse corpo sem que falemos mais, pois os anjos responderão sua pergunta a qualquer momento…

São Domingos ajoelhou-se e rezou a Nossa Senhora para que ela forçasse os inimigos a proclamarem a verdade completa e nada mais que a verdade. Mal tinha terminado de rezar viu a Santíssima Virgem perto de si, rodeada por uma multidão de anjos – apenas Domingos era capaz de vê-la. Ela bateu no homem possesso com um cajado de ouro que segurava e disse: – Responda ao meu servo Domingos imediatamente. – Então os demônios começaram a gritar:

– Oh, vós, que sois nossa inimiga, nossa ruína e nossa destruição, porque desceste dos céus só para nos torturar tão cruelmente? Oh, Advogada dos pecadores, vós que os tirais das presas do inferno, vós que sois o caminho certeiro para os céus, devemos nós, para o nosso próprio pesar, dizer toda a verdade e confessar diante de todos quem é que é a causa de nossa vergonha e nossa ruína? Oh, pobres de nós, príncipes da escuridão: então, ouçam bem, vocês cristãos: a Mãe de Jesus Cristo é todo-poderosa e ela pode salvar seus servos de caírem no Inferno. Ela é o Sol que destrói a escuridão de nossa astúcia e sutileza. É ela que descobre nossos planos ocultos, quebra nossas armadilhas e faz com que nossas tentações fiquem inúteis e sem efeito. Nós temos que dizer, porém de maneira relutante, que nem sequer uma alma que realmente perseverou no seu serviço foi condenada conosco; um simples suspiro que ela oferece à Santíssima Trindade é mais precioso que todas as orações, desejos e aspirações de todos os santos.

O Santo insistiu para que todos rezassem o Rosário em voz alta. A cada Ave Maria a Santíssima Virgem fazia sair 100 demônios do corpo desse herege, em forma de carvões acesos.

Depois que foi curado, abjurou todos os seus erros e converteu-se, juntamente com outros amigos seus, tocados com a força do Rosário. A recompensa para aqueles que atraem outros a devoção do Santo Rosário é enorme.

 

Fonte: Livro O Segredo do Rosário, de São Luís de Montfort.